quinta-feira, 11 de maio de 2017

JUSTIÇA FEITA - Professor João Baiano esclarece envolvimento em operação policial

Professor João Baiano [Foto/Arquivo pessoal]
Depois de ter sido conduzido à Delegacia de Polícia Civil (DEPOL) de Coroatá, por suposto envolvimento com o mundo das drogas, e ter prestado esclarecimentos às autoridades, o professor João Baiano foi inocentado, liberado e deu nota pública resguardando a sua reputação perante a sociedade coroataense. Da operação policial realizada na noite desta quarta-feira, 10, restou a acusação contra outro jovem amigo do professor. Policiais encontraram uma pequena quantidade de droga com o amigo do professor que seria usuário.

João Baiano explicou que apenas deu carona de motocicleta para o amigo e que não sabia que havia droga no bolso dele. O professor, indignado com a publicação de foto da ação policial, fez dura crítica aos protagonistas daquilo que chamou de "imprensa mentirosa". Leia abaixo a declaração do professor.

"Queridos amigos e amigas da minha amada Coroatá! Está circulando uma foto nos grupos de whatsapp que eu fui preso! A verdade dos fatos foi que estava com amigos e me pediram uma carona! Nunca discriminei ninguém e dei sim carona para um amigo que é usuário, não sabia que o mesmo estava com alecrim no bolso e fui apenas chamado pra depor pro delegado que me recebeu super bem e logo após fui liberado! Quanto a mídia mentirosa que existe em Coroatá, quero dizer que procurem ser  profissionais e  procure as pessoas pra esclarecimento dos fatos! Não fui preso como a falsa mídia diz! Estou em liberdade!"

LEIA MAIS NO BLOG:
RECORDAR É PRECISO - Não há futuro sem o que você plantou [Parte 01]...