segunda-feira, 24 de abril de 2017

O convite

Jorge Rios/Divulgação
Por JORGE RIOS - Meus irmãos e irmãs, participei da Santa Missa presidida pelo Pe. Vicente. A sua homilia me chamou atenção em dois pontos: No primeiro, ele disse que Jesus nos convida a ser perfeitos. Segundo ele, essa perfeição é impossível. No segundo, parece uma contradição do primeiro, pois ele falou que o amor nos faz perfeitos.

Eu vim para casa e fiquei meditando sobre esses dois pontos colocados por ele. Fiquei pensando como Jesus vai nos pedir uma coisa impossível; pois Ele, se  fazendo  carne, conheceu  todas as dificuldades humanas.

A  resposta que encontrei foi que o Pai fez o desafio que seu Filho se fizesse também carne, e se fazendo carne ele viveu na prática toda condição humana, exceto o pecado. E mesmo sendo homem, conseguiu fazer o seu lado divino prevalecer, pois estava sempre ligado ao Pai. Com essa ligação conseguiu vencer o mundo, e assim Ele se fez perfeito!

Por isso nós devemos nos esforçar para imitar o Mestre, caminhando sempre na mesma direção, com amor e honestidade! E o Senhor conhecendo a veracidade dos nossos sentimentos, com certeza vem em nosso auxílio, nos ajudando a fazer o Divino prevalecer em nossas vidas. Então seremos perfeitos como nosso Pai Celestial é perfeito! Por isso devemos sempre buscar o segundo ponto que é a perfeição do amor, pois o amor nos faz um! Um grande abraço.
__________________
Jorge Rios
Conselheiro/Diocese de Coroatá