quarta-feira, 12 de abril de 2017

Flávio Dino tenta se defender de modo antecipado

Não se pode negar que há uma investigação sobre os ombros do governador "comunista" do Maranhão, Flávio Dino, que óbvio deve se defender; e isso, a sua inclusão na lista do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), mexeu com as suas estruturas. O caso é tão sério que Dino saiu imediatamente publicando peças de defesa até em seu Twitter, sem a mesma intensidade na imprensa.

Em São Luís, o editor do Blog do Gilberto Léda, não conseguiu grande resultado com a assessoria do governador. Ficou sabendo apenas que, antes de se pronunciar, Dino iria “primeiro confirmar a suposta citação e o conteúdo”.

Equipe da Folha de São Paulo também não teve sucesso com a pauta.

No entanto, Dino apareceu no Twitter, relatando de modo muito simples a sua inocência.

O certo é que agora Dino terá contra si a abertura de inquérito no STF, sendo considerado suspeito de um fato criminoso investigado, podendo vir a se tornar um acusado em caso de denúncia procedente do Ministério Público.

As Turmas do STF ou Plenário determinam a abertura de uma ação penal. O investigado vira réu em processo criminal. Bem aí é que a defesa pode apresentar provas de inocência do acusado. Contudo, veja abaixo as primeiras manifestações de Dino:



POSTs CORRELATO:
PEIXE ELEITOREIRO - O "Bicho" pegou para deputado "comunista" aliado de Flávio Dino
A CASA CAIU!!! - Flávio Dino nas mãos do Superior Tribunal de Justiça (STJ)