quinta-feira, 27 de abril de 2017

ELA DE NOVO - Mais denúncia contra a ex-prefeita OSTENTAÇÃO e outras quatro pessoas

O Ministério Público noticiou que a Promotoria de Justiça da Comarca de Bom Jardim ofereceu, no último dia 17, Denúncia contra a ex-prefeita Lidiane Leite da Silva; Humberto Dantas dos Santos, o “Beto Rocha”, ex-secretário de Articulação Política; Antônio Oliveira da Silva, sócio da empresa Zabar Produções; Karla Maria Rocha Cutrim, sócia da empresa Zabar Produções; e Fabiano de Carvalho Bezerra, real proprietário da empresa A4. Eles são acusados de uma série de crimes relativos a fraude em licitações, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

A investigação tratou de dois processos licitatórios e os contratos assinados posteriormente. As investigações apontam fortes indícios de montagem dos processos licitatórios e mais uma série de irregularidades.

A Tomada de Preços n° 01/2013 tinha por objeto promover a reforma de 13 escolas da rede municipal de ensino e foi vencida pela empresa Zabar Produções. Ressalte-se que, dessas 13 escolas, duas simplesmente não existem no Município. A Zabar foi a única empresa supostamente presente à licitação.

A empresa teria recebido R$ 1 milhão da Prefeitura de Bom Jardim, dos quais ele teria ficado com R$ 100 mil. O total restante teria sido repassado a Beto Rocha. As investigações, no entanto, verificaram que foram transferidos para a conta de Antônio da Silva R$ 1.753.591,17 entre os meses de maio de 2013 e 2014, valor superior ao previsto em contrato.

De acordo com o Ministério Público, comprovantes de transferências bancárias, em maior parte para pagamento das empresas A4 e a Zabar, vieram de fundos da Educação, do costeio de pagamento de pessoal da Educação, que nem poderia ser usados para fins diversos. Leia notícia completa aqui