sábado, 4 de março de 2017

O CASO VALÉRIA MOTOS - O circo pega fogo, no bom sentido gente!

A respeito de críticas contra o Blog, por ter postado matéria a cerca de contrato celebrado entre a Prefeitura de Anapurus e a empresa VALÉRIA N. OLIVEIRA, aqui enfatiza-se que não há nenhuma motivação política, muito menos de ordem pessoal contra a titular da referida empresa. No citado post, ao contrário, colocamo-nos à disposição para a divulgação de versão contrária

Gente, cobrar lisura sobre as coisas, principalmente do que vem do erário público, não é falar mal de nada, nem de ninguém! É cumprir com a sua cidadania, ter o direito de investigar qualquer ato do gestor público!!! Nada mais, nada pessoal contra ninguém. Alguns poucos em Coroatá pensam pequeno demais. Outros argumentam diferente, tentando uma defesa casuística, lembram da atuação de antigos gestores em outras administrações.

É por isso que o nosso Blog tomou um posicionamento, criando uma postura nova, inclusive uma campanha de autossustentação [Veja aqui]. Busca-se agora executar uma prática jornalística crítica, independente, autônoma e mais qualificada.

Nas redes sociais, a empresária ganhou muitos parabéns e que ela consiga fazer um bom trabalho em Anapurus. Torcemos para que isso realmente venha a acontecer.

Michelle Daff disparou:
"Ai é pq ele gosta de falar mal mesmo"

O internauta Marcelo Alves disse: 

"a mulher ta terminando engenharia tem capacidade e formada e já tem empresa já a muito anos registrada. parabéns ela merece"

Edimar Silva assinalou assim:

"Francamente carlos Carlos P Filho ñ tem o que publicar...deveria fazer uma retrospectiva no governo passado........parabéns Valeria Motos"

Beth Rosa Santos salientou:

"Muito feliz por vc Valeria Motos, esse é o resultado de quem estuda, se esforça, se adequa às normas!!! Sucesso aí.. quanto ao resto, só sobrou recalque!!!"

Já o Paulo Penha quis fazer mais questionamentos - E não foi pertinente? 

"Qual a disposição final do rejeitos ? Tem gestão de resíduos sólidos urbanos? Eu sou Eng. Ambiental e trabalho nessa. Cadê o cálculo de resíduos sólidos gerados na cidade baseado na população? Com esse cálculo pode se dizer o valor empregado pra contratação de uma empresa. Cadê os licenciamentos dos órgãos ambientais, os ISO, etc."

Cobertura correlata à
Campanha editorial e de sustentabilidade do Blog