quarta-feira, 8 de março de 2017

HOMENAGEM SINGELA - Cantor e compositor maranhense Robson Garcia canta para as mulheres maranhenses

Foto/Arquivo pessoal
O cantor e compositor maranhense Robson Garcia (de São Luís – MA), em voz e violão ao vivo, faz uma singela homenagem às mulheres maranhenses. Foi direto de seu ambiente de produção artística, em São Luís, Ilha do Amor. Para ele: "Está música é totalmente dedicada a todas as mulheres do mundo".

PERFIL - Robson Garcia, como tantos ícones da música popular no Maranhão, mostra em sua arte a realidade vivenciada pelo seu povo, exibindo uma marca de irreverência. Desde o início de sua carreira, em 1984, mantém performance arrojada, principalmente, no dom de compor; o que lhe garantiu a realização e participação em vários espetáculos musicais, inclusive no eixo Rio-São Paulo.

Foto/Arquivo pessoal
MAIS SOBRE SUA CARREIRA:

1984 - Fundou o grupo regional Solo Musical e veio o seu primeiro show - “Maré e mar”, no Teatro
Arthur Azevedo (São Luís – MA).

1985 - No TAA, apresentou o show “Grifomania”, obra literária do escritor maranhense Epitácio Filho. Também neste ano, participou do projeto musical “Viva São Luís”, do Governo do Estado.”

1988 - Criou a banda Cor da Sina. Marcou presença no projeto “Viva Verão” (da então Secretaria de
Cultura do Estado) em comemoração aos 25 anos da Escola de Música.

1991 - No teatro Praia Grande - Show “Vide Bula”. Em 1992 - No projeto Segunda de Arte da Prefeitura de São Luís - Show “Liberdade das Canções”.

Trabalho seguiu com a realização de inúmeros shows que culminaram com a produção do 1º CD
em 2008 - “ATITUDE”.



TÍTULO: Mulher
AUTOR: Robson Garcia

MULHER que habita em seu ventre, todas as gerações de homens com poder/No mais sagrado recinto gera soldados com escudo de cristral/MULHER que promove a liberdade é toda a felicidade humana/Na imensidão do seu olhar aumenta mais e mais nosso  querer de vê a vida leve acontecer/Impávida morte em parto perigoso e veneravelmente ama os seus/Os homens caducam juras e ficam abandonados sem prazer/A força da MULHER tem poder de decisão, quando se revela júri na opinião/ A força da MULHER consiste em liberdade, absolutamente no ponto da prisão/ Na imensidão do seu olhar aumenta mais e mais nosso querer de vê a vida leve acontecer.