quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

JUVENAL JÁ ERA - Prefeito de Coroatá afasta diretor de Urbanismo para investigar agressão contra empresária

O diretor de Urbanismo Juvenal Tavares e a empresária Crysvane Regina
Embora não tenha sido divulgado qualquer expediente oficial a respeito, tudo indica que o prefeito de Coroatá Luís da Amovelar Filho (PT), para o devido inquérito administrativo, decidiu afastar o diretor do Departamento de Urbanismo Juvenal Tavares. O servidor foi envolvido, ontem, 22, em uma ação malsucedida de retirada de ponto de venda de abadá da coroataense Crysvane Regina, proprietária da Sorveteria JB. Em um primeiro momento, a empresária denunciou que os produtos foram jogados ao chão, com grosseria e com verbalização de baixo calão. No final do dia, em outro conflito, Crysvane Regina teria sofrido suposta agressão física.

O prefeito divulgou extraoficialmente, em sua conta de Facebook, através de post do Blog Coroatá de Verdade, que deve anunciar ainda hoje, 23, o substituto de Juvenal Tavares.

DEFESA 

Um amigo do Juvenal Tavares disse, em grupo de WhatsApp, que tem certeza, certeza de que Regina está se aproveitando da situação para tentar denegrir a imagem da Administração de Luís Filho.

Garantiu que a empresária foi notificada na terça-feira, 21, pela manhã, por fiscais do Urbanismo. Foi dito que o Setor de Urbanismo sugeriu a venda dos abadás na lateral da calçada. O amigo do Juvenal assegurou que houve desacato a servidor público, com palavras de baixo calão, que a abordagem foi gentil; que as mercadorias estavam obstruindo a passagem de pedestre; que, ao contrário, os fiscais foram tratados com ignorância; que foi lançado um recado contra a ação do Município, firmando a resistência até sobre a força da Polícia.

ENTENDA O CASO AQUI:
MULHER PODE SER TRATADA ASSIM? - Auxiliar de prefeito de Coroatá mete a "borracha" em emprasária