sábado, 11 de fevereiro de 2017

Juíza de Coroatá é denunciada ao CNJ por ato de improbidade

Foto/Blog Luís Pablo
Repercute muito no Estado e, sem dúvidas, em terras coroataenses e Região a denuncia do blogueiro Luís Pablo contra a juíza Josane Araújo Farias Braga, titular da Comarca de Coroatá. Ela, que foi acusada de receber na sua própria conta bancária dinheiro da Prefeitura de Peritoró, já teria sido denunciada ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em dezembro último.

A juíza, licenciada de sua Comarca algum tempo, se manifestou em nota às amigas magistradas pedindo apoio. Disse que tudo é a mando do peemedebista Ricardo Murad. Ela garante que tem provas de sua inocência, como documentação de convênio, recibo e notas fiscais de todas as despesas de mutirao que fez em 2012. Admitiu que foi uma ingenuidade ter cedido a sua conta para, supostamente, poder viabilizar o pagamento das despesas do convênio da Prefeitura.

O blogueiro conseguiu, com exclusividade, o comprovante de transferência do dinheiro que a juíza recebeu, no valor de R$ R$ 6.800,00 (seis mil e oitocentos reais), através do então prefeito Agamenon Milhomem. O blogueiro afirmou que não houve justificativa alguma para o recebimento do repasse.

A acusação gira em torno de ato manifesto peculato e improbidade. Na denúncia ao CNJ está dito que a juíza Josane Farias pedia dinheiro para comerciantes.
Comprovante da Transferência feita pela Prefeitura de Peritoró na conta da Magistrada