sábado, 28 de janeiro de 2017

Justiça valida posse de prefeito e hospitais reabrem em Bacabal

Por falta de recursos, prefeitura decide fechar hospitais em Bacabal
Foto: Reprodução/TV Mirante
Do G1 MA - O Pronto-Socorro Municipal, o Hospital Materno Infantil e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da cidade de Bacabal voltaram a funcionar nesta sexta-feira (27) depois de suspenderem os atendimentos por 24h. Os serviços foram restabelecidos após doação de medicamentos feita pelo governo.

Os problemas na saúde começaram depois que as contas do foram bloqueadas. A Secretaria de Saúde da cidade declarou não ter dinheiro para comprar medicamentos, alimentação para pacientes e funcionários e sequer combustível para as ambulâncias.

Nesta sexta-feira a Justiça decidiu validar a posse do de Bacabal, Zé Vieira (PP), e do seu vice, mas determinou a realização de nova eleição para a presidência da Câmara de Vereadores. O acesso às contas da prefeitura também foi liberado.

Na decisão o magistrado Marcelo Moreira, respondendo pela 1ª Vara da Comarca de Bacabal, declarou empossados todos os vereadores, à exceção de Professor Maninho (PRB) – que havia presidido a primeira sessão do ano, mas acumulava cargos de professor e vereador -; e de Joãozinho do Algodãozinho (SD) – que não apresentou diploma. Ele marcou para o dia 3 de fevereiro a nova eleição no legislativo municipal.

Os dois únicos vereadores que não foram empossados têm até esta data para providenciar a documentação necessária a sua posse e ao exercício do direito de voto. A sessão deverá ser presidida pelo vereador mais idoso. Após a eleição do novo presidente, a Câmara deverá convalidar a posse de Zé Vieira.