sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

ARTIMANHA DESMASCARADA - Ricardo puxa orelha dos Amovelar

Ricardo Murad [Foto: Blog do Carlos Filho]
Na primeira parte de entrevista concedida nesta sexta-feira, 30, Ricardo garantiu que o município de Coroatá se desenvolveu como nunca. Disse que Coroatá virou referência regional e falou dos feitos da prefeita Teresa Murad. Em um segundo momento da entrevista, Ricardo Murad centrou fogo mais no aspecto político do cenário local.

Por CARLOS FILHO/COROATÁ - Óbvio, Ricardo Murad confirmou que se encontrou com a futura bancada de vereadores oposicionistas e não negou que o jogo é simples e sem subterfúgio. Para Ricardo, os vereadores aliados são conscientes de seu papel e não há imposição de qualquer postura determinante, como a mídia dos Amovelar propaga. Disse que pelo resultado da eleição apresentado (que segundo Murad será alterado) o povo pediu que o seu grupo ficasse na Oposição para fazer uma fiscalização séria.

Murad assinalou também que o Município não deu calote em ninguém, como ocorrera no passado com o ex-prefeito. Frisou que todas as contas foram pagas. Avisou que a máquina da Prefeitura está pronta; não precisa de mais nada para funcionar. Alertou que não há calamidade alguma; que está tudo registrado como provar e nas mãos do Ministério Público.

Murad puxou a orelha do futuro prefeito. Garantiu que não recebeu nada da gestão anterior. Criticou uma versão de que haverá redução da assistência do SAMU, diminuição da remuneração dos médicos, de funcionários, retirada da sede da Guarda Municipal, etc.

- Para que isso?  Para ficar com o dinheiro? Nós mostramos que o que tem é suficiente para se fazer a coisa bem feita - disparou Murad.

VEJA NO VÍDEO (PARTE II)
Entrevista concedida ao Programa do Pacheco (TV Difusora) e aos blogs do Carlos Filho e Idalgo Lacerda:



ASSUNTOS CORRELATOS:
TERESA AVALIADA - Ricardo Murad avalia mandato da prefeita de Coroatá
PAGAMENTO LIBERADO - Teresa Murad fecha mandato com chave de ouro. 100% de metas cumpridas

Servidores municipais de Coroatá recebem 13 salário