terça-feira, 29 de novembro de 2016

O discurso falido de Flávio Dino

Uemasul, alienações e empréstimos são outras pedras no caminho dos “comunistas”. No Orçamento de 2017, como lembrou ontem a deputada Andrea Murad (PMDB), o governador Flávio Dino não inseriu recursos para a UEMASUL, uma promessa não cumprida. A receita estimada das alienações, a venda de bens públicos, foi pífia. Segundo Andrea, o Governo calculou para 2016 o valor de R$ 45 Milhões, mas apenas concretizou R$ 1,07%. Ficou no rídico a promessa de campanha sobre a venda da Casa de Veraneio do Governo. Foi dito pela líder oposicionista que a previsão do orçamento com alienações chega a irrisórios R$ 800 mil.

A denúncia da peemedebista aponta para a aprovação pela AL de diversos projetos de lei em regime de urgência. Todos autorizando o Governo do Estado a captar recursos externos para realização de investimentos públicos em áreas prioritárias... Ficou exposta uma estranha diminuição das despesas fixadas para os investimentos projetados, com a redução de R$ 12 milhões em relação ao valor autorizado no exercício de 2016.

Na Saúde, instalou-se caos mesmo. Como afirmou Andrea, os próprios representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) disseram, na apresentação do relatório do quadrimestre na AL (dia 23/11), que o mesmo não cobrirá as despesas da rede estadual.

- Eu não voto a favor disso. Não existe possibilidade de votar a favor de uma imoralidade dessa. E quem analisar o relatório técnico dos analistas legislativos vai ver que a análise deles é que o Governo elaborou um Projeto muito mal feito - disparou a deputada. Com informações da Assecom/ Dep. Andrea Murad