segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Em comício, Andrea Murad repudia perseguição do governo Flávio Dino

Foto: Nestor Bezerra/Asscom Dep. A. Murad
Em discurso em Coroatá no sábado, 24, a deputada Andrea Murad (PMDB) criticou a perseguição de Flávio Dino na cidade onde o governador tem como seu principal inimigo político o ex-secretário de saúde, Ricardo Murad, e a prefeita Teresa Murad. Semana passada, Flávio Dino deslocou um forte efetivo para Coroatá, com presença de policiais, delegados e até o secretário de segurança, onde vêm cumprindo ordens do governador na intenção de beneficiar seu candidato comunista.

- Hoje, diante de tudo que estamos assistindo, dessa perseguição desenfreada, enquanto o Maranhão tá sofrendo a violência, com rebelião no presídio de Pedrinhas, a polícia tá aqui fazendo nada. Ele deslocou 10 viaturas com delegados e investigadores para ficarem aqui passeando. Que governador é esse? Pra perseguir adversários ele sabe botar polícia, mas não sabe botar polícia pra conter a bandidagem, ele não sabe botar a polícia pra conter as explosões a banco que acontecem todo o santo dia no Maranhão - falou a deputada.

Para a Andrea Murad, o governador vem abusando da autoridade e da estrutura do Estado por causa do medo de Ricardo Murad, que tem sido a principal voz de oposição à sua forma de administrar o Maranhão.

- [...] essa perseguição é porque Flávio Dino tem medo deste homem bem aqui, de Ricardo Murad, que bate com ele de frente. E agora por não concordarmos com esse abuso, ele [Flávio Dino] tá querendo colocar a polícia contra Ricardo Murad, como se fosse o carrasco da polícia. Mas não teve uma pessoa até hoje que tenha valorizado mais a polícia do que Ricardo Murad no Maranhão e a categoria sabe disso - disparou a peemedebista. Fonte: Asscom/Dep. Andrea Murad