terça-feira, 2 de agosto de 2016

Chapa peemedebista de Teresa Murad e Neuza Muniz demonstra força com novas adesões

Marcelo Boldrini, do DEM (camisa laranja), e professor Vander (à direita com Ricardo Murad) - Foto/Maurício Ribeiro 
Nesta manhã, a força política que gira em torno da chapa Teresa Murad (PMDB)/Neuza Muniz (PMDB) ganhou mais fôlego. Agora, além dos 11 partidos que já compunham a base governista em Coroatá, o grupo do ex-secretário de Estado da Saúde Ricardo Murad (PMDB) fechou alianças com o Partido Progressista (PP) e com os Democratas (DEM).

O apoio à reeleição de Teresa Murad veio através das lideranças de Marcelo Boldrini, do DEM, e do professor Vander (PP), presidentes das agremiações no Município. Eles estiveram reunidos com Ricardo Murad que sacramentou as alianças. Muitos apostam que o grupo esteja na liderança em meio à preferência do eleitorado coroataense.

A repercussão tem sido positiva nas redes sociais. Em vários canais na Internet os chamados Jacarés festejam barbaridade. Anunciam aquilo que seria a avalanche de adesões, o tido "pula-pula". No mês de julho, nos dias 16, 23 e 30, encontros representativos marcaram os destinos dos pré-candidatos do PMDB, PV, PT DO B, PSDC, PR, PRP, PRTB, PSC, PTN, PTB e PROS.

A chapa peemedebista Teresa/Neuza segue firme, sem qualquer incidente político de percurso. Diferente do que ocorre na Oposição, uma frente mergulhada num mar de disputa, entremeada pelo ego, vaidade e interesses pessoais...