terça-feira, 26 de julho de 2016

INSEGURANÇA TOTAL - Atentado coloca novamente classe operária contra Governo de Fávio Dino

Arte do Blog do Carlos Filho
Por CIRO MINEIRO/ASSCOM [com edição do Blog] - O Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão Isaias Castelo Branco, diante de novo ataque a coletivo na grande São Luís, decidiu mandar duro recado às autoridades estaduais acusadas de não adotar postura enérgica diante da criminalidade. Os rodoviários ameaçam cruzar os braços pela milésima vez. Na noite desta segunda-feira (25), todos foram surpreendidos com a notícia de que mais um motorista de ônibus, da empresa Ratrans, havia sido baleado durante ação criminosa no bairro Itapera, Zona Rural de São Luís.

No caso, o motorista foi baleado no exercício da atividade. O Sindicato tomou as medidas necessárias, como forma de auxiliar a Polícia, para a identificação e prisão dos envolvido nesta ação criminosa. Em nota, os sindicalistas dizem que a paciência de toda a categoria já se esgotou. Pretendem convocar Assembléia Geral com os trabalhadores para avaliar o episódio.

A VÍTIMA - De acordo com o boletim médico, a vítima está fora de perigo. Um tiro atingiu a cabeça do motorista sem acometer nenhuma região vital. A bala acertou superficialmente. No momento, ele segue em observação e se submetendo a exames no Hospital Guarás. Está acompanhado também por familiares. Por enquanto ainda não há previsão de alta.