quarta-feira, 13 de julho de 2016

Flávio Dino deixa sem medicamentos portadores de doenças crônicas e extremamente fragilizados

Imagem reproduzida do Facebook/Dep. A. Murad
Pacientes denunciaram à deputada Andrea Murad a falta de medicamentos no CEMESP, onde diabéticos dependem do Governo para receber, por exemplo, a insulina Lantus cujo frasco custa R$ 350, inviável para pacientes de baixa renda e totalmente dependentes do Sistema Público de Saúde.

Andrea esclareceu que diferente do que foi explicado para os pacientes, a falta da insulina não é por causa de processo licitatório, mas por falta de pagamento do fornecedor. - Um verdadeiro absurdo e negligência do Governo com cidadãos portadores de doenças crônicas e extremamente fragilizados, correndo o risco de virem a óbito - frisou a peemedebista. Foi denunciado ainda que além da falta de medicamentos, atendimento precário, suspensão de vários serviços, os pacientes relatam que o CEMESP deixou de oferecer várias especialidades médicas prejudicando o tratamento de milhares de hipertensos e diabéticos. Com informações da Asscom/Dep. A. Murad