terça-feira, 28 de junho de 2016

Andrea esclarece que obras inauguradas em Coroatá por Flávio Dino eram da gestão passada

Foto: Nestor Bezerra
Na Assembleia Legislativa, a deputada Andrea Murad fez um longo relato dos descasos do governador em Coroatá, principalmente na área da Saúde e Segurança, e desconstruiu o discurso de Flávio Dino sobre a falácia de ter inaugurado várias obras durante sua passagem pelo município este mês. A deputada cobrou ainda a ativação dos leitos restantes no hospital Macrorregional de Coroatá.

- O fato é que parece que em Coroatá não houve passagem de governador, a passagem pelo Município foi irrisória, foi ridícula, ele tentou passar para a população obras que não eram dele. Onde era para ativar 50 leitos no Hospital Macrorregional de Coroatá, mandar continuar a obra para a instalação de mais 10 UTIs e determinar prazo para a instalação da ressonância magnética, que até hoje a máquina de ressonância comprada na gestão anterior, na gestão de Ricardo Murad, encontra-se lá parada, deixada pela gestão anterior. O governador foi lá, ativou apenas os 25 leitos dos 50 que Ricardo Murad deixou prontos e não dá conta nem de manter os 50 que já têm - disse a deputada.

CONHEÇA O CENTRO DE ESTÉTICA, FISIOTERAPIA E NUTRIÇÃO AQUI
Assim como a ampliação do Macrorregional de Coroatá, o Batalhão de Polícia também foi obra iniciada pela gestão anterior, por intermédio do então secretário Ricardo Murad quando assumiu provisoriamente a Secretaria de Estado de Segurança Pública. A parlamentar relatou ainda a grave situação da delegacia no Município, o calote dado por Flávio Dino a empresários coroataenses e a pintura da estrada de Coroatá a Vargem Grande, que foi citada por aliados como se a obra total fosse mérito do atual governo.

- Foi lá inaugurar o batalhão da PM que o Ricardo Murad, quando secretário de Segurança, levou para Coroatá, assim como o Viva Cidadão. O Viva Cidadão já existia, ele apenas mudou de local e ainda deu calote no antigo proprietário devendo 13 meses. De calote também ele é maravilhoso. O Flávio Dino teve a coragem de ir em Coroatá mudar nome de escola. Nem tocar em assunto de delegacia, que além da estrutura física, como eu já lhe disse que não dá nem para ser quitanda, os equipamentos sucateados, condições de trabalho precárias, falta de materiais básicos. Para os policias fazerem ronda, eles vão fazendo vaquinha. E ainda deputado vem falar da estrada de Coroatá à Vargem Grande, devia ter vergonha de falar dessa estrada como obra do governador, onde a única coisa que Flávio Dino fez foi mandar pintar aquela faixa do meio - discursou a peemedebista. Da Asscom/Dep.Andrea Murad