quinta-feira, 12 de maio de 2016

COPA DO BRASIL - Sampaio pressiona, mas Figueirense leva a melhor no Castelão

Sampaio agora vai ter que buscar o resultado em Florianópolis (Foto: Elias Auê)
Jogo disputado, pegado, confronto autêntico de Copa do Brasil. Apesar de dominar boa parte do duelo, o Sampaio perdeu a queda de braço para o Figueirense pelo placar de 2×1

O Tricolor abria os flancos para chegar à meta adversária. Pimentinha foi o primeiro a tentar, mas o último passe não se concluiu. Depois foi a vez de Carlos Alberto, após receber toque de Edgar. A defesa alvinegra imprensou e o zagueiro salvou embaixo da linha. Levou perigo. O gol Tricolor quase sai em cobrança de falta. Guilherme Santos colocou veneno na bola e o goleiro do Figueirense voou para salvar. A rigor, o time catarinense teve uma única chance em toda a primeira etapa, por meio de uma cabeçada após cobrança de escanteio. Passou por cima do travessão. Agora, o Sampaio vai ter que buscar o resultado no Orlando Scarpelli, e terá que vencer por dois gols de diferença para se classificar.

Mais 45 minutos para concluir a primeira parte da batalha. E foi o Figueirense quem saiu na frente. Cruzamento da esquerda, testada na trave, na costa de Rafael, no gol. Infelicidade. O Sampaio foi pra cima e colocou pressão. Léo Rodrigues colocou o goleiro pra trabalhar com um tiro de fora da área.

O Tricolor abafava. O empate se materializava, e ele veio em velocidade. Passe de Pedrinho para conclusão certeira de Edgar, no canto. Traiçoeiro, o futebol tratou de agir. Em outra rara chegada ao ataque, o Figueirense voltou a ficar na frente, novamente em uma cabeçada.

Ficha Tricolor - Rafael, Léo Rodrigues, Mimica, Rodrigo Arroz e Guilherme Santos; Diego Lorenzi, Daniel Barros (Waldir) e Pedrinho; Pimentinha (Henrique), Edgar e Carlos Alberto (Levi). Com informações do Sampaio Corrêa

LEIA MAIS AQUI
Conheça o Centro de Estética, Fisioterapia e Nutrição AQUI