terça-feira, 24 de maio de 2016

Bancada governista nega convocação do reitor da UEMA sobre pagamentos a Waldir Maranhão

Foto: Nestor Bezerra, Asscom/Dep. A. Murad
A deputada Andrea Murad (PMDB) discutiu requerimento que pede a convocação do reitor da UEMA para a explicação sobre salários pagos ao deputado federal Waldir Maranhão (PP). A peemedebista pediu votação nominal em plenário. Foram 15 votos contra a convocação e 5 a favor. Por falta de quórum regimental, o mesmo requerimento será colocado em votação novamente nesta terça-feira (24).

- Eu quero saber qual é o crime de uma deputada saber e o Brasil inteiro querer entender por que Waldir Maranhão recebeu e embolsou esse dinheiro da UEMA? Por que o medo de vir nesta Assembleia esclarecer os fatos? Por que o Governo Flávio Dino agora fica tapando o sol com a peneira, impedindo que os deputados convoquem o reitor e protejam o Waldir Maranhão? A base governista agora vai mais uma vez se curvar ao pedido do governador e não vai aprovar um requerimento da vinda de um reitor para explicar por que Waldir Maranhão recebeu e embolsou sem trabalhar, como professor da UEMA, em dedicação exclusiva e ao mesmo tempo em pleno exercício do seu mandato - questionou Andrea.
Conheça o Centro de Estética, Fisioterapia e Nutrição AQUI
A bancada governista da Assembleia Legislativa, maioria na casa, deverá negar mais uma vez a convocação do reitor da UEMA, prof. Gustavo Pereira da Costa. Foram 23 meses de salários de dedicação exclusiva, pagos ao presidente interino da Câmara de Deputados no exercício do seu mandato como deputado federal. Para a líder da oposição, o governador impede a transparência do fato de que seu aliado é funcionário fantasma na UEMA.

- É uma sujeira sem tamanho, é uma vergonha sem tamanho, é uma imoralidade sem tamanho, o Brasil inteiro cobrando transparência sobre esta questão de Waldir Maranhão e esta Casa agora acovardada, silenciada por um pedido de um governador corrupto. Um governador que, sabe-se lá por que, está agora com essa questão de Waldir Maranhão. Já não basta tudo que está acontecendo com ele politicamente, vivendo um inferno astral, agora ele ainda manda esta Assembleia fazer isso e a Assembleia vai e se curva - desabafou a peemedebista. Da Asscom/Dep. A. Murad