segunda-feira, 4 de abril de 2016

Professores de Coroatá conquistam o PCCS com aprovação pela Câmara de Vereadores

Foto/Produção (via WhatsApp)
O Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) dos professores de Coroatá foi aprovado nesta manhã, em Sessão Extraordinária da Câmara de Vereadores, com sete votos a favor e quatro abstenções de parlamentares de Oposição. A Câmara apresentará agora o Projeto de Lei ao Executivo para a sanção da prefeita Teresa Murad (PMDB). A atitude dos vereadores de Oposição foi bastante criticada pela categoria. Saíram do Plenário, rejeitando o PCCS, ficando contra as conquistas dos professores, os vereadores Cássio Conceição (PSDB), Maria de Lourdes (PCdoB), Juscelino do Carmo (PT) e Raimundo Diogo (PT).

A Oposição quis incluir 10 itens que, no momento, iriam onerar o Orçamento Municipal. Mas, como amplamente divulgado, o PCCS foi muito discutido entre as partes envolvidas. Prefeitura, Sindicato dos Professores do Ensino Municipal de Coroatá (Sinproem) e a própria categoria, durante cinco assembleias gerais, deliberaram sobre a proposta viável.

Entre as conquistaram tem-se a promoção salarial para quem possuíam formação de magistério nível médio e que agora já possuem curso superior; gratificações por titulação (10% - Especialização, 20% - Mestrado e 25% - Doutorado); licenças remuneradas para os professores que forem cursar Mestrado ou Doutorado; gratificação de interiorização; gratificação por tempo de serviço (5% a cada cinco anos) e gratificação por dedicação exclusiva que pode chegar até 50%.
Conheça o Centro de Estética, Fisioterapia e Nutrição AQUI