terça-feira, 15 de março de 2016

Em Codó - Tribunal de Justiça faz audiência e discute método de depoimento especial

Foto/Asscom-TJMA
A cargo da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) a Audiência contou com o apoio dos juízes da comarca e a participação de cerca de 200 pessoas. Colocando-se à disposição para auxiliar, profissionais que compõem a rede de proteção elogiaram o projeto do Judiciário, reconhecendo a sua importância na tentativa de oferecer um tratamento mais digno às crianças e adolescentes.

Quando abriu o evento, o presidente da Coordenadoria, desembargador Ribamar Castro, afirmou: - Por meio do depoimento especial, buscamos oferecer um tratamento mais humanizado e menos revitimizado às crianças e adolescentes, vítimas ou testemunhas de violência. O Judiciário está tentando fazer esse divisor de águas, inclusive por meio de capacitações, para que os profissionais envolvidos sejam cada vez mais sensíveis à causa.

Na audiência foi discutida a elaboração de um termo de cooperação a ser formalizado, em que os parceiros prestarão o compromisso de ouvir a criança vítima de violência, o mínimo de vezes, após o fato ser comunicado ao Sistema de Justiça. Com informações de Amanda Campos/TJMA
Conheça o Centro de Estética, Fisioterapia e Nutrição AQUI