quarta-feira, 16 de março de 2016

Domingos Alberto, se não provar "roubo" de celular, será condenado pelo povo

Imagem reproduzida do WhatsApp com arte do Blog Coroatá Acontece
O ato libidinoso, devasso, voluptuoso, que demonstra o intenso gosto pelo apetite sexual, do ex-vice-prefeito de Coroatá e atual pré-candidato Domingos Alberto (PSB) carrega consigo, além do deboche imposto à sociedade, a falta de retratação pública com a devida ordem. O sindicalista, que costumeiramente projeta-se com esse tipo "Marketing pessoal", postou foto de seu pênis em grupo de WhatsApp do PSB e, desavergonhadamente, ignorou o povo quando sequer pediu desculpas pela depravação. Em blog de correligionário simplesmente comunicou suposto roubo de seu celular.

É fato que, além da desculpa pública, Domingos Alberto fica devendo as provas de seu argumento estonteante. Deveria mostrar pelo menos um Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Judiciária. Cabe, e é corrente nas mídias sociais, a necessária cobrança das tidas lideranças de peso ligadas ao Governo Flávio Dino, como o grupo G10, que dissimuladamente se fazem de cegas, mudas e inocentes, sendo cúmplice da atitude do aliado. Domingos vai ficar devendo também, e principalmente, a providencial condenação pela Justiça do "criminoso" que "roubou" o seu celular.

Por enquanto, apenas os participantes do WhatsApp do PSB (que saíram do grupo) e uma boa parte da sociedade repreenderam Domingos. Amanhã, o eleitor terá a chance de decidir sobre o futuro desse tipo de gente.
Conheça o Centro de Estética, Fisioterapia e Nutrição AQUI