sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

MUDANÇA RADICAL - Com a falta de credibilidade do País, Ricardo prega Parlamentarismo

Imagem: Reprodução do Facebook/Ricardo Murad
Dilma e seu ministro da Fazenda continuam dando mostras de uma gritante incapacidade para colocar a economia brasileira no trilho e lhe dar um rumo. Mudam de opinião todos os dias, fazem uma coisa para no momento seguinte fazer outra totalmente diferente e, enquanto isso, como Titanic desgovernado, o País segue na direção a um desastre de proporções catastróficas e inimagináveis.

Por RICARDO MURAD - Vamos ser claros: o Brasil está à deriva, sem um rumo e principalmente sem comandante. Quem devia estar ao leme e conduzir nosso País a um porto seguro se preocupa mais com aspectos de ordem puramente política e partidária, deixando os reais problemas que afligem os brasileiros, expostos a uma crise social e política gravíssima.

Governando com um amadorismo que se confunde com irresponsabilidade e incompetência, a política econômica do governo está condenada ao fracasso. O fator confiança deixou pura e simplesmente de existir e não existem condições para que seja retomado, estando hoje os poderes e instituições da República (União, Estados e Municípios) de pés e mãos atados, sem condições de conduzir a Nação.

Essa situação tem claramente um responsável: se chama Dilma Rousseff, uma presidente sem prestígio, enredada nos seus próprios erros e que, de camarote, assiste impotente a uma ruptura que se afigura inevitável, onde uma onda avassaladora de desemprego e a falência do setor público conduzirá o Brasil a uma explosão social que terá custos e consequências dramáticas para todos. A solução para o atual estado das coisas precisa ser profunda, radical e definitiva.

Continue lendo:
Ricardo Murad e o Parlamentarismo