quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

INSEGURANÇA TOTAL - Em São Luís, 66 assaltos a ônibus são registrados em janeiro

imirante.com
Por CIRO MINEIRO - De 1º a 31 de janeiro a capital maranhense, registrou oficialmente 66 assaltos a ônibus. Esse quantitativo supera os números relativos ao mesmo período em 2015 e 2014, quando foram contabilizados, 43 e 52 assaltos respectivamente.

Apesar de mais ações criminosas verificadas nesses primeiros dias de 2016, no comparativo com janeiro do ano passado e 2014, em relação, aos três últimos meses de 2015, já se observa uma redução nas estatísticas. Em Outubro do ano passado foram 110 assaltos; em Novembro, 81 e em Dezembro, 94 ações comandadas por assaltantes dentro dos coletivos. É importante frisar, que essas estatísticas se baseiam em Boletins de Ocorrência registrados pelas empresas que são alvos dos criminosos. De todas que atuam no transporte público de São Luís, nem metade das empresas divulga os assaltos sofridos.

Entre as localidades com maior incidência de assaltos a ônibus neste último mês de janeiro, destaque para a Avenida Castelo Branco, no São Francisco e o Anel Viário, na extensão da Avenida Vitorino Freire, onde ocorreram cinco ações criminosas em cada uma. Em seguida aparecem a BR 135, na altura da Vila Funil e o Canto da Fabril, na Avenida Venceslau Braz, com quatro assaltos cada. Também estão nessa lista as Avenidas Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche e dos Franceses, como áreas preferidas dos assaltantes.

- O Sindicato dos Rodoviários tem acompanhado com atenção os trabalhos desencadeados em conjunto pelas Policias Civil e Militar, que montou uma força tarefa, na intenção de combater essa prática criminosa, além de identificar os assaltantes. Sabemos que os números ainda estão bem acima do aceitável e por isso, continuaremos cobrando da polícia mais empenho para que consigam reduzir os atuais índices e assim, proporcionar a motoristas, cobradores e usuários do sistema, mais tranqüilidade dentro dos coletivos, mas reconhecemos que já houve um avanço, no comparativo, principalmente, com os três últimos meses de 2015. Nos próximos dias devemos nos reunir novamente com a Secretaria de Segurança Pública, onde serão apresentadas novas estratégias, visando coibir esse crime em São Luís, avalia Isaias Castelo Branco, presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão. Ciro Mineiro/ASCOM-SINDICATO DOS RODOVIÁRIOS - MA