quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Andrea Murad fala sobre onda de violência em Coroatá e critica gestão de segurança

Foto: Nestor Bezerra/Asscom Dep. A. Murad
A morte de um professor de matemática em Coroatá (MA), vítima de um assalto, foi o assunto na tribuna para a deputada Andrea Murad (PMDB). A parlamentar lamentou o assassinato e atribuiu a onda de violência na região a má gestão na segurança pública e perseguição do governo.

- Um professor em Coroatá, Leonel Pereira, foi atingido com um tiro no peito à queima-roupa depois que reagiu um assalto. Coroatá hoje é terra sem lei. Ninguém tem medo de polícia, ninguém tem medo de nada. Simplesmente o governador do Estado já mudou o delegado três vezes do município. Acha isso extremamente normal, quer colocar Coroatá agora como se não existisse governo também para proteger, só a Prefeitura, por vingança política, porque é um governador perseguidor, é um governador cheio de ódio, é um governador que não enxerga seu povo, enxerga somente os seus. Os seus municípios, as suas lideranças, o seu pessoal. Não é o governador do povo, é governador dos dele. Ainda deixa um secretário incompetente no cargo, que no decorrer do ano já mostrou sua total incompetência, e não adianta depois ficar com choradeira em vídeo, se lamuriando, porque é um incompetente. Todos os dias são explosões a agências bancárias, que ele acha muito natural - discursou.

A precariedade na estrutura da Segurança Pública também foi motivo de críticas. A parlamentar explicou que as falhas no sistema estão ligadas também na falta de estrutura das polícias.

- É um verdadeiro absurdo delegacias de municípios como de Coroatá sem as mínimas condições de funcionamento. Falta combustível, falta efetivo, faltam armas, faltam munições, alimentação, falta tudo! Eu soube que para a manutenção da Delegacia de Coroatá é dado um valor de mil e quinhentos reais por mês para a delegacia funcionar em um prédio improvisado, que agora estão querendo até colocar em uma escola pública. É uma vergonha. Esse governo Flávio Dino é uma vergonha! - disse. Com informações da Asscom/Dep. Andrea Murad

LEIA MAIS SOBRE O CASO:
Andrea Murad fala sobre onda de violência em Coroatá e critica gestão de segurança
Prefeita lamenta a morte do professor Leonel Pereira de Sousa
Polícia identifica e efetua prisões de acusados da morte de professor coroataense
Coroatá, cidade sem lei!!! Bandidos tentam roubar moto e matam professor do Complexo Educacional
SINPROEM lamenta o falecimento do professor Leonel Pereira
A imagem da tristeza, da dor e da insegurança