sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Prefeitura de Coroatá faz Audiência Pública e presta conta sobre receitas e despesas

   Foto: Ronny Sales/Asscom PMC
Sob a mira da Lei de Responsabilidade Fiscal, a Prefeitura de Coroatá realizou na tarde de ontem Audiência Pública, no prédio da Câmara Municipal, mantendo, conforme decisão da prefeita Teresa Murad (PMDB), transparência sobre as contas públicas. Cada secretário relatou suas atividades, além de fazer a demonstração do cumprimento das metas fiscais. Antes, a Secretaria de Orçamento e Gestão, demostrou toda receita arrecadada e despesa. Mostrando todos os limites constitucionais exercidos durante o ano de 2015. Foi um balanço geral da execução orçamentária financeira do Município. Os vereadores da bancada governista municipal César Trovão (PV/presidente do Poder Legislativo) e Josean Veras (PSC) testemunharam o ato.

O ano foi um ano difícil, segundo técnicos do Governo. Em relatos soube-se, durante 2015, houve quedas significativas de receitas próprias, como no caso do ISSqn – Imposto sobre Serviços de qualquer Natureza, das prestadoras de serviços do Hospital Macrorregional e da UPA. Foi dito que a verba federal que compõe o FPM - Fundo de Participação dos Municípios - não acompanhou a inflação, fazendo com que a Administração recebesse menos do que gastava.

Na Audiência tomou-se conhecimento que o município de Coroatá não recebeu nenhum tipo de ajuda financeira do Governo do Estado. Nenhum convênio foi firmado e os que já existiam foram suspensos. Com informações da Asscom PMC