segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Ex-delegado de Coroatá, Alex Aragão se mata com tiro na boca; motivação teria sido retaliação do Governo Dino

   Foto: delegado da Polícia Civil do Maranhão, Alex Aragão Melo 
Por LUÍS PABLO - O delegado da Polícia Civil do Maranhão, Alex Aragão Melo, foi encontrado ontem, dia 10, morto em um apartamento na cidade de Teresina, no Piauí. Segundo informações repassadas ao Blog do Luis Pablo, Alex cometeu suicídio com um tiro na boca. A polícia suspeita que ele teria se suicidado na sexta-feira, dia 8.

Há uma forte suspeita também, que a motivação do delegado em se matar foi por causa da sua transferência para o município de São Raimundo das Mangabeiras-MA. Ele era lotado na Delegacia de Coroatá, mas foi removido por conta da sua relação com a família Murad: o governador Flávio Dino transferiu o delegado por retaliação.

Alex Aragão teria deixado uma carta falando que o seu suicídio “servisse como exemplo para as transferências arbitrarias”. Ele já vinha mandando mensagens para alguns amigos dando sinais de risco. O Blog teve acesso a algumas mensagens. Em uma delas, Alex Aragão chega a dizer que estava em “depressão”.

A notícia já se espalhou pela cidade de Coroatá, onde o delegado era muito querido e gostava de trabalhar no município. A tragédia abalou a população do município.