quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

É isso mesmo? Em Coroatá, a Caema está a cara de Flávio Dino!

   Poço do bairro Vila Ricardo Murad [Produção/Blog]
SERÁ que o povo coroataense e milhares de maranhenses de todos os cantos do Estado foram enganados pelo palanque e pelo tido (Des)governo dos "comunistas" e do líder maior dos comunas, o chefão Flávio Dino, homem já taxado por muitos como uma autoridade insensível e desumana? Definitivamente, SERÁ que se tem, nesta denúncia, uma prova dos noves bem diante do nariz dos pobres maranhenses? Abaixo, imagens reveladoras daquilo que se parece com uma desgraça imposta ao Maranhão. Posso dizer assim?: Olha como os "comunistas" estão administrando o patrimônio público. É o descalabro, o Maranhão indo às ruínas!!! Gente, mas a gestão na Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), por exemplo, reproduz algo parecido ou a própria incompetência ou desleixo de um governo que pregou a "MUDANÇA".

Em Coroatá, só para variar (e dizem que em quase todo o Maranhão é assim), o espelho do Governo de Flávio Dino mostra aquilo que seria uma administração refém do pouquíssimo know-how. Tudo indica que a mão-de-obra tem conceito precário. A prova dessa tese está na administração da Caema. Aposta-se, com base nesta denúncia, que uma auditoria idônea apontaria aquilo que Flávio Dino jamais sonharia em ter visto um dia na vida.

A DENÚNCIA

   Poços do bairro da Cohab em Coroatá [Produção/Blog]
À olho nu, qualquer cidadão pode registrar a indecente administração. Basta circular na áreas reservadas aos poços artesianos na própria sede do Município. Todas as unidades estão mergulhadas a muita sujeira e tudo por simples falta de manutenção. Em alguns poços até lixo caseiro flagra-se e isto é severamente proibido pela Legislação. Não existe sequer serviços de limpeza interna. O mato toma de conta dos poços. No bairro da Cohab e Vila Ricardo Murad está assim mesmo (fotos). Muitos poços estão sem seus equipamentos. Foram retirados inexplicavelmente em prejuízo das comunidades também da Zona Rural.

Na sede do Município, onde não havia precariedade na distribuição, até no Centro o funcionamento dos poços está comprometido. O poço P-04, localizado na Praça João Pessoa - Point Quente - sofreu uma queda acentuada na sua vazão, faltando o abastecimento em algumas ruas. Segundo avaliação extraoficial, o poço tinha uma vazão de 120 metros cúbicos de água por hora. Hoje, perdeu cerca de 70% de sua capacidade. Como no passado, da administração do ex-prefeito Luís da Amovelar, outra vez os "comunistas" deixaram algumas peças caírem literalmente no fundo do poço. Esta é a verdade!!! Saiba AQUI e AQUI como o grupo que atualmente segue Flávio Dino deixo o P-04 antes da gestão da prefeita Teresa Murad e como estava antes do Governo Flávio Dino.

LEIA MAIS SOBRE ESTA DENÚNCIA:
URGENTE! - Marcelo Moura volta pra Câmara de Vereadores
Povoado Garimpo, a prova dos nove
Direção da Caema em Coroatá faz voltar o tempo primitivo - Lata d´água na cabeça...

   Poços do bairro Vila Ricardo Murad, em Coroatá [Produção/Blog]