quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Deputada quer a retirada do VIVA CIDADÃO de unidade escolar de Coroatá

A deputada Andréa Murad (PMBD) requereu à Procuradoria Geral de Justiça a instauração de um processo administrativo para apurar informações e providências quanto a mudança do VIVA CIDADÃO em Coroatá para um auditório de uma escola estadual. Desde o último dia 13 de janeiro, o Viva Cidadão foi transferido para o auditório que segundo a deputada deve ser restrito à comunidade escolar.

Em documento, a parlamentar escreveu que a mudança da unidade do VIVA CIDADÃO para o auditório da Unidade de Ensino Luís Montenegro Tavares lesa a população, prejudicando também o ambiente de estudo.

- Espero que a Procuradoria apure essa situação e tome as medidas judiciais necessárias para que os estudantes não sejam lesados com essa iniciativa. Escola é espaço de estudo e toda a sua estrutura é utilizada para fins curriculares da unidade de ensino e o VIVA CIDADÃO precisa ser retirado de lá - disse Andréa Murad.