terça-feira, 22 de dezembro de 2015

CONCURSO: Prefeitura apoiada por Dino propõe salários mais baixos do que Coroatá

Assim como fez Coroatá, no início do mês, mesmo desprovido da força da máquina estadual, o município de Codó, que recebe total apoio do Governo de Flávio Dino (PCdoB), também irá realizar concurso público. A grande diferença entre os entes municipais na execução dos certames é que a Administração de Teresa Murad (PMDB) firma, cada vez mais, a tese da austeridade e controle financeiro, pois consegue oferecer vencimentos básicos bem maiores do que os seguidores dos "comunistas".

Ontem, 21, a Câmara de Vereadores de Codó aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Nº 18, de 18 de dezembro de 2015, criando novos cargos de provimento efetivo no Município por meio de concurso público previsto para 2016. São vários cargos com média salarial abaixo do que propõe Coroatá. Para professor da Educação Infantil e de 1º ao 5º Ano Codó pagará R$ 1.198,61 e Coroatá pagará R$ 1.592,68. Uma diferença de quase R$ 400,00.

Após reajuste em janeiro deste ano de 13,01%, o Piso Salarial do Magistério ficou em R$ 1.917,78 para uma jornada de 40 horas. Em Coroatá, a prefeita Teresa Murad mantém o compromisso de honra em relação ao piso. Dentro da proporcionalidade legal, mesmo com expediente reduzido de 30 horas, o Município pagará numerários acima do Piso Nacional.

O professor de nível superior efetivo com jornada de 25hs. ganha R$ 1.564,33. Ou seja, recebe a seu favor uma diferença a maior de R$ 365,72. O profissional de nível médio efetivo (para jornada de 25hs.) recebe R$ 1.327,23. Ou seja, ganha R$ 128,62 a mais do que o Piso Nacional. O contratado tem salário fixado em R$1.448,97 (25hs.) e em R$ 2.318,37 (40hs.); ou seja, também ficam com ganhos acima do Piso Nacional.

[Post foi atualizado em 22/12/2015, às 12:30hs e às 14:31, para acréscimo de informações]

Veja a diferença entre Codó e Coroatá no quadro abaixo:
   Arte/Blog do Carlos Filho
No quadro a seguir, confira os cargos oferecidos pela Prefeitura de Codó:
COROATÁ

A Câmara de Vereadores de Coroatá aprovou no último dia 03 o Projeto de Lei nº 027/2015, de autoria da prefeita Teresa Murad, criando concurso para 302 vagas. Ao todo, são 22 cargos contra apenas 16 da Prefeitura de Codó. Em Coroatá, os salários para as demais categorias variam de R$ 1.500,00 a R$ 6.000,00. A maioria está fixado em R$ 3.000,00.

Teresa Murad ressaltou a necessidade de eficiência no serviço público, quando busca a adequação e valorização do funcionalismo. Veja o quadro de vagas apresentado pela prefeita.