segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Andrea Murad defende Programa "Saúde É Vida" e ex-secretário Ricardo Murad

   Foto: Agência Assembleia Legislativa
A deputada Andréa Murad (PMDB) nesta segunda (23) agradeceu, em Sessão Plenária da Assembleia Legislativa, o apoio de lideranças políticas de várias regiões e, principalmente, internautas que demonstram reconhecimento sobre tudo que foi idealizado em 5 anos de gestão do ex-secretário à frente da Saúde Pública do Maranhão.

- O legado do Programa Saúde é Vida, idealizado e colocado em prática por Ricardo Murad, é tão forte que não importa o que digam. Ele existe, tem resultados para mostrar e a tentativa de apagá-lo da história da saúde pública do Maranhão não vai subsistir. Hoje nos restam o desmantelo, a péssima qualidade e o descaso de Flávio Dino com a saúde do Estado e por isso o povo lamenta a ausência daquele que soube colocar em prática uma saúde digna e de qualidade. Não há na história política desse Maranhão e talvez em todo o Brasil, um estadista que tenha feito pela saúde do seu povo como ele fez, pensou e manteve com a mais alta qualidade em se tratando de assistência médica hospitalar - a peemedebista.

Andréa Murad reforçou os esclarecimentos que o ex-secretário prestou à Polícia Federal, exaltando as quinze horas de depoimento e 30 páginas de informações geradas, e que ele continuará à disposição como sempre esteve. Ela disse ainda estar confiante na Justiça e criticou a tentativa de qualquer "capricho" do atual governo sobre o uso de auditorias confeccionadas para perseguir adversário políticos de Flávio Dino.

- Estou confiante de que a Justiça se fará presente a todo custo sem permitir que nada acima de nossa Constituição, de nossa legislação, venha prevalecer por capricho dos motivados pelo ódio, e muito menos, por fatos falseados pelo governo Flávio Dino, dados produzidos, inexatos e entregues para compor investigações manipuladas, acusando injustamente os que foram privados do mínimo direito ao contraditório e à ampla defesa, dados que logo, Ricardo Murad e sua equipe na SES, contestarão assim que tiver acesso às auditorias e inquérito. Da Asscom/Dep. Andréa Murad